top of page
  • Foto do escritorTecaMarttins® TMCI

Crônicas da Vida Real, por TecaMarttins® TMCI "Conceição do IBGE"

Atualizado: 13 de abr. de 2023


Ela subia a rua cansada, suada, carregando uma mochila pesada, com lágrimas nos olhos, uniformizada de IBGE, olhos que pensavam na vida e procuravam seus pensamentos preocupados de como iria alimentar seus pimpolhos. Encostou no poste em frente à minha casa e cabisbaixa, limpando o suor do rosto, como se estivesse limpando o cansaço da alma.




Perguntei seu nome e ela disse: - Conceição do IBGE.

Diga lá, minha amiga, o que se passa nessa cabecinha pensante?

Conceição do IBGE perguntou meu nome, eu disse: - Teca.

Sabe, Teca, estou cansada, as pessoas batem a porta na sua cara, não respeitam nossa missão.

-Você já foi entrevistada pelo agente do IBGE? Eu disse que sim.

-Está com Sede, Conceição?disse eu à Viajante do Tempo.

Muita Sede, Teca, e nem tenho sequer como comprar uma água, ou compro a água ou vou a pé para casa...

Espera aí, Conceição, por favor, já volto, eu disse.

Entrei e fui à geladeira, voltei com uma garrafa de água fresca, geladinha para ventilar o pensamento da Conceição do IBGE.

Uma garrafa de água e um guardanapo, uns biscoitinhos para aliviar o ronco do seu estômago, que estava dando para ouvir de longe.

E, conversando com meus botões, eles me disseram: - Teca, ajudar o próximo é antes de tudo fazer bem a si mesmo. É exercitar a capacidade de amar de uma maneira simples e verdadeira.

Ao abrir seu coração, disse um dos botões: - você perceberá que bem perto de Você Há Alguém Precisando de Sua Atenção. basta acender a Vela que Ilumina o perceber, já que o mundo está tão apegado à tecnologia que se esquece de olhar nos olhos daquele que cruza seu caminho. Que Botão mais porreta!

Conceição do IBGE, abriu a garrafa, deu um gole e disse: Obrigada Jesus, essa água veio batizar minha alma. Rezou alto uma Ave Maria, me olhando e sorrindo, estendeu sua mão e num aperto aliviado disse: - Que Maria Abençoe Nossos Passos, Teca.

Conceição do IBGE, subiu a rua, e quase virando a esquina, gritou meu nome, acenou com uma energia tão intensa, que me deixou acometida pelo silêncio. Acenei também. E ainda me mandou um Beijo soprado na palma da mão.

Os botões não mentem, são sábios, e me ensinaram que partilhar é um dos caminhos para atingir a plenitude do amor incondicional.

Salve os Botões que Conversaram Comigo. Entendo agora, porque eles tem quatro furinhos: Amor, Consciência, Atenção e Calor Humano. Simples assim.


TecaMarttins® TMCI


SINTA SÂO PAULO!


120 visualizações0 comentário

Opmerkingen


bottom of page